A individualização da água é uma medida muito discutida nos condomínios atualmente, e muitos condôminos e síndicos tem vontade de propor essa ideia e tornar as contas mais justas para todos. Nesse artigo iremos analisar as vantagens e custos de individualizar a água do condomínio, e como ocorre a mudança do sistema padrão para o individualizado.

O que é a individualização de água em condomínios?

Como o próprio nome já diz, é a medida que individualiza o consumo de água dos condôminos, ou seja, cada morador paga apenas o que utilizar e a conta de água deixa de ser compartilhada. Além de facilitar na organização do pagamento, a individualização da água pode conscientizar os moradores a diminuir seu consumo.

Como funciona a mudança

De acordo com a Lei 13.312, todos os imóveis entregues a partir de 2021 já deverão contar com o sistema individual de pagamento da água. Porém se o seu condomínio for antigo e o consumo ainda for rateado entre os moradores igualmente, será necessário contratar uma empresa para avaliar a estrutura do imóvel e, se for possível, realizar a instalação de hidrômetros.

Hidrômetros são instrumentos de medição volumétrica de água. Eles são instalados em cada apartamento e medem individualmente o consumo dos moradores, permitindo a emissão das contas de acordo com o volume consumido por cada um.

Embora em alguns municípios a individualização seja obrigatória, a maioria dos condomínios antigos não precisa realizar a mudança se não tiverem verba para isso, pois o custo da instalação dos hidrômetros e da reforma estrutural como um todo pode estar fora da realidade de alguns condomínios.

Vantagens da individualização da água

Individualizar o consumo de água traz diversas vantagens para todos do condomínio, tanto para os condôminos quanto para o síndico. Confira abaixo as principais:

Diminuição de cobranças: Com o uso individualizado da água, a conta mensal de água diminui e, consequentemente, diminui também a taxa condominial, o que pode levar à redução da inadimplência.

Identificação de problemas: Identificar vazamentos, infiltrações ou desvios de abastecimento de água fica muito mais fácil, pois os valores consumidos são individuais e dá pra descobrir rapidamente de qual apartamento o problema está vindo.

Justiça e conscientização: Além de ser um sistema mais justo, onde os condôminos só pagam o que consomem, individualizar a água incentiva os moradores a gastar menos, pois assim pagam menos.

Em resumo, a individualização da água é uma medida que pode trazer muitos pontos positivos para o seu condomínio, e vale a pena ser levada à assembleia para ser discutida. Atualmente existem diversos meios e opções de instalação dos hidrômetros, que visam atender às mais diversas estruturas condominiais e incentivar os condomínios mais antigos ou maiores a adotar esse sistema.